terça-feira, 2 de julho de 2013

PARA A GLÓRIA DE DEUS

Se o Deus de meu pai, o Deus de Abraão e o Temor de Isaque, não fora comigo, por certo me enviarias agora vazio. Deus atendeu à minha aflição e ao trabalho das minhas mãos e repreendeu-te ontem à noite. Gênesis 31.42

Jacó ficou irado com a atitude de seu sogro e o fez ver Quem não permitira que ele o oprimisse. A fé em Deus é a maior ajuda que alguém pode ter em sua vida, pois o Senhor defende os que nEle creem, ajudando-os em seus momentos de necessidade e fazendo-os prosperar. Por isso, aquele que fizer do Todo-Poderoso a sua fortaleza passará a ser vitorioso em tudo, mas os que não confiarem plenamente nEle verão que não foi boa a atitude que tomaram.Jacó conhecia o Senhor como o Deus de Abraão, seu avô. Isso porque a fé que o patriarca dos hebreus tinha no Criador o ajudara inúmeras vezes. Ela fez, por exemplo, com que Faraó fosse repreendido pelo Altíssimo por ter tomado Sara para ser sua mulher. De modo igual operou quando Abimeleque, rei de Gerar, tomou Sara com o mesmo propósito. Este foi severamente ameaçado para que a devolvesse intacta; caso contrário, seria um homem morto.Isaque foi proibido de descer ao Egito e, por causa da sua obediência, foi abençoado. É importante que nossos filhos – naturais ou espirituais – também aprendam a respeitar as ordens divinas. Jacó mencionou o temor de Isaque, mostrando que o respeito que seu pai tinha por Deus o levara a confiar completamente nEle. Por causa dessa atitude, o Onipotente admoestou Labão na noite anterior.Jacó afirmou que o Todo-Poderoso havia atendido à sua aflição. Ora, por 20 anos ele servira ao sogro – 14 pelas duas filhas e 6 pelo rebanho. No entanto, sofreu calado, porque sabia que aquilo vinha do Altíssimo e fazia parte do seu treinamento para se apresentar diante de Deus como servo aprovado. Até que chegou o dia em que o Senhor lhe disse que seu tempo de sofrer havia acabado e ele deveria voltar aos seus familiares.Ao descrever suas condições de trabalho durante as duas décadas de serviço a Labão, Jacó falou que, de dia, andava consumido pelo calor e, de noite, pela geada. O sono fugia dele, pois sua dedicação era contínua. Isso mostra que, muitas vezes, somos levados ao sofrimento extremo, sendo salgados com fogo; afinal, se não fosse assim, ficaríamos perdidos com as coisas desta vida e, portanto, seríamos imprestáveis para o Senhor.Os que são usados por Deus tem atrás de si uma história de dificuldade. Porém, nada fica oculto aos olhos do Pai, nem mesmo a mudança do nosso salário, como ocorreu dez vezes com Jacó. Ainda que o homem pense que nos usa como escravo, é o Altíssimo que nos coloca em determinadas situações como parte do treinamento. Isso para que, um dia, possamos ser usados em algo maior, para a glória de Deus.

Nenhum comentário: